domingo, 11 de maio de 2008

CIÊNCIAS

Egas Moniz

Nome: António Caetano de Abreu Freire Egas Moniz
Data de Nascimento: 29 de Novembro de 1874

Naturalidade: Avanca
Data de Falecimento: 13 de Dezembro de 1955
Local de Falecimento: Lisboa
Profissão: médico, neurologista, investigador, professor, político e escritor
Local onde realizou a instrução primária: Escola do Padre José Ramos
Local onde realizou o curso liceal: Colégio de S.Fiel
Licenciatura: Medicina
Universidade onde realizou a sua licenciatura: Universidade de Coimbra

António Caetano de Abreu Freire Egas Moniz, nasceu no dia 29 de Novembro de 1874 em Avança e morreu no dia 13 de Dezembro de 1955, na cidade de Lisboa. Egas Moniz foi médico, neurologista, investigador, professor, politico e escritor. Realizou o ensino primário no colégio de S. Fiel e tirou a licenciatura em Medicina na Universidade de Lisboa.
Egas Moniz foi galardoado com o Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina em 1949.






Rómulo de Carvalho - António Gedeão

Nome: Rómulo Vasco da Gama Carvalho
Data de Nascimento: 24 de Novembro de 1906

Data de Falecimento: 19 de Fevereiro de 1997
Naturalidade: Lisboa
Nome do Pai: José Avelino da Gama Carvalho
Naturalidade do Pai: Tavira
Nome da Mãe: Rosa da Dores Oliveira da Gama Carvalho
Naturalidade da Mãe: Faro
Profissão: Professor, Pedagogo, investigador de História na ciência de Portugal, divulgador da ciência e poeta.




No ano de 1928, matriculou-se no curso de Ciências Físico-Químicas. A partir de 1946, foi director da conhecida revista “Gazeta da Física” e exerceu este cargo até ao ano de 1974.No ano de 1952, iniciou a sua vida de escritor, publicando uma colecção de livros.
Em 1956, com o pseudónimo de António Gedeão publicou o seu primeiro livro de poesia, de seu nome “Movimento Perpétuo”.
Rómulo de Carvalho teve uma actividade de divulgação científica.
Para além, desta actividade, entre os anos de 1953 e 1975, fez manuais de ensino para as disciplinas de Ciências da Natureza e Ciências Físico-Químicas.Nas suas aulas, procurou sempre cativar os alunos, através do ensino experimental.


Cronologia pessoal e literária


  • Em 1912, Rómulo de Carvalho entra no colégio de Santa Maria, com 5 anos de idade. Neste mesmo ano, faz a sua primeira composição poética conhecida, com apenas 5 anos.

  • Em 1914, termina o ensino primário, com 8 anos. Como ainda não tinha idade para se matricular no liceu, permaneceu na mesma escola ajudando a professora a ensinar os outros alunos. Também aproveitou para aprender a língua francesa.

  • Em 1919, a família muda-se para a Calçada do Monte, onde Rómulo passa a sua juventude.

  • Em 1925, completa o 7ºano do liceu e recorda dois grandes professores que teve: Fidelino Figueiredo e Câmara Reis. Neste mesmo ano, matricula-se na Universidade de Lisboa, no curso Preparatório de Engenharia Militar.
  • Em 1927, faz a apresentação da revista no Teatro de S. Carlos, em Lisboa.

  • Em anos 1928 e 1929, Rómulo de Carvalho decide mudar de curso e matricula-se na Universidade do Porto, no curso de Ciências Físico-Químicas, para seguir a carreira de professor do ensino secundário.
  • Em 1930 e 1931, termina a licenciatura em Ciências Físico-Químicas, com 15 valores.

  • Em 1931, Rómulo de Carvalho é “julgado incapaz de todo o serviço militar, podendo angariar subsistência”.

  • Entre os anos 1933 e 1974, dá aulas de Físico-Química em vários liceus.
  • Em 1934, casa pela primeira vez.

  • Em 1936, nasce o seu filho Frederico.

  • Em 1945, casa pela segunda vez desta vez com Maria Natália Paiva Nunes.

  • Em 1950, muda-se para Coimbra onde irá permanecer até 1957.

  • Em 1956, o “Movimento Perpétuo”, recebe a sua primeira crítica, assinada por David Mourão, no Diário Popular.

  • Em 1957, regressa a Lisboa, onde irá permanecer até á data da sua morte. Neste mesmo ano é eleito Vogal da Direcção da Sociedade Portuguesa de Química e Física.

  • Em 1958, com o pseudónimo António Gedeão publica o poema “Declaração de Amor”, do livro Máquina de Fogo.
  • Em 1959, Rómulo de Carvalho publica “Historia da Fundação Real dos Nobres e de Lisboa”.

  • Em 1964, com o pseudónimo António Gedeão publica “ Poema para Galileo”.
    Em 1970, recebe o prémio “ Pozal Domingues”

  • Em 1973, com o pseudónimo António Gedeão publica a obra de ficção “A Poltrona e outras novelas”.

  • Em 1976, Rómulo de Carvalho inicia o estudo do material de Ciências Experimentais que havia na Academia das Ciências. Durante dois anos, Rómulo de Carvalho faz um inventário de um total de 202 peças, sendo muitas delas por ele reparadas e colocadas de novo em funcionamento. Organiza as fichas e a conveniente arrumação do material.

Bibliografia:

Poesia
Movimento Perpétuo, 1956
Teatro do Mundo, 1958
"Declaração de Amor", 1959
Máquina de Fogo, 1961
Poesias Completas, 1964
Linhas de Força, 1967
"Soneto", 1980
"Poema para Galileu", 1982
Poemas Póstumos, 1984
"Poemas dos textos", 1985
Novos Poemas Póstumos, 1990

Ficção
A poltrona e outras novelas, 1973


video


Carvalho Rodrigues

Nome: Fernando Carvalho Rodrigues
Data de nascimento: 28 de Janeiro de 1947
Licenciatura: Física
Universidade onde fez a sua licenciatura: Universidade de Lisboa
Doutoramento: Engenharia Electrónica
Universidade onde fez o doutoramento: Universidade em Liverpool

Carvalho Rodrigues é conhecido como “o pai do satélite português”, é o responsável máximo pelo PoSAT que lançou no dia 26 de Setembro de 1993.
Carvalho Rodrigues recebeu muitos prémios entre os quais: Pfizer, a comenda da ordem, Militar de Santiago da Espada e doutor Honoris pela Universidade da
Beira Interior.





Gago Coutinho


Nome: Carlos Viegas Gago Coutinho
Data de nascimento: 17-02-1869
Local de nascimento: Lisboa
Nome do pai: José Viegas gago Coutinho
Nome da mãe: Fortunata Maria Coutinho
Licenciatura: Geógrafo


Carlos Viegas Gago Coutinho nasceu em Lisboa, em 17 de Fevereiro de 1869. Era filho de José Viegas Gago Coutinho e de Fortunata Maria Coutinho. No ano de 1885 concluiu o curso do liceu e matriculou-se na escola politécnica, para um ano depois entrar na escola naval. Em 1886, entrou na armada. Em 1890, passou a guarda marinha. Em 1891, a segundo-tenente. Em 1895, a primeiro – tenente. De seguida , em 1907, entrou no posto de capitão – tenente e, em 1915, no posto de capitão – de – fragata. Depois de 1920, a capitão – de – mar e guerra. Em 1928, foi posto de vice – almirante. Por último, em 1958, a almirante
A actividade de Gago Coutinho está dividida em quatro áreas: marinha de 1893 a 1898; trabalhos geográficos entre 1898 e 1920; navegação aérea, de 1919 a 1927 e historia náutica e dos descobrimentos, de 1925 a 1958.
Gago Coutinho ficou conhecido internacionalmente em 1922, ao realizar, também com Sacadura Cabral, a primeira viagem aérea entre a Europa e a América do Sul. Em 1943, a bordo do veleiro Foz do Douro, refez a rota de Pedro Álvares Cabral na viagem que culminou com a descoberta do Brasil.Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul - 1922